15/10/2017 - 15:28

Crianças de abrigo comem pizza pela primeira vez em ação social

O passeio foi uma experiência muito positiva

Autor: Claryanna Alves

Dezessete crianças do Lar da Criança Maria João de Deus participaram de uma ação social promovida por uma pizzaria franquiada em Teresina. A ação convidou essas crianças a conhecerem toda a história da franquia, degustar à vontade do cardápio, conhecer o processo de fabricação das pizzas e participar de brincadeiras com o mascote da pizzaria.

Além dos novos sabores, as 17 crianças do Lar Maria João de Deus descobriram como é o processo de produção e brincaram com o mascote da pizzaria  Foto: Francisco Gilásio/DP
Lucas, de 10 anos, conta que é a primeira vez que ele vai a uma pizzaria e a primeira vez que come uma pizza. “Eu nunca tinha vindo e nunca tinha comido pizza. Está sendo bem legal. A gente aprendeu como faz e brincamos com o ‘Cabeção’ (mascote da franquia)”, diz animado.
Francisca Patrícia, de 24 anos, tem microcefalia é uma das institucionalizadas que também participou da ação. Ela disse ter amado a experiência. “Eu gostei muito. Cantei, dancei e conversei com as pessoas. Pedi pizza de calabresa com azeitona. Eu estou me divertindo muito”, conta, animada.

A funcionária do Lar da Criança, Joelma Moraes, fala que esse tipo de ação é muito importante para as crianças, já que é uma experiência única para eles. “Foi excelente. Eles brincaram, cantaram e comeram pizza. Só em sair um pouco do abrigo já faz eles muito felizes, imagina com uma ação dessas que eles ainda comem pizza e conhecem lugares novos”, diz.
A atividade levou entretenimento para esses meninos próximo à data de comemoração ao Dia das Crianças. Muito mais do que comer pizza, eles tiveram ali uma oportunidade de conhecer novas realidades.

O empresário Rodrigo Mendes diz que essa poderia ser mais uma ação de marketing para atrair clientes, mas que eles entendem que a parte social pode ser engrandecedora para todos. “Nós fazemos parte da maior rede de delivery de pizza do mundo e queremos conquistar esse status aqui em Teresina também. A franquia pede que façamos ações para chamar a atenção do cliente. Mas não é justo trazer só clientes que podem pagar, se podemos proporcionar divertimento para essas crianças. Faz parte da nossa missão social”, explica.


Fonte: Diário do Povo