28/04/2016 - 08:46

Equipe da SDR visita produtores do projeto Cinturão Verde

O principal objetivo da ação foi o acompanhamento do plantio efetuado após a entrega das sementes

O assistente da Diretoria de Articulação Comunitária (DAC) da Secretaria do Desenvolvimento Rural do Piauí (SDR), José Valério da Silva, e equipe de técnicos da SDR, visitaram, na terça-feira (26), associações beneficiadas com o Projeto Cinturão Verde, entre elas a Alve Verde, Ladeira de Terra, Serafim e a 17 de abril.

O principal objetivo da ação foi o acompanhamento do plantio efetuado após a entrega das sementes pelo Governo do Estado, por meio da SDR, no final de fevereiro deste ano, quando os técnicos puderam verificar os resultados obtidos pelos agricultores.

Além dos técnicos da SDR, participaram da visita os coordenadores das associações, António Luiz de Brito, Genésio Fernandes de Sousa, Edivaldo Jose de Azevedo e Raimundo Nonato dos Santos Filho.

Segundo Raimundo Nonato, coordenador da associação Alve Verde, a produção de feijão foi baixa devido ao grande número de chuvas. "Já a de milho foi a que mais teve resultado, nessa primeira etapa de plantação. A nossa expectativa é de  que agora, com a redução das chuvas, possamos fazer um novo plantio e assim obter uma colheita maior”, acrescenta o coordenador.

Segundo Gilson Moura, coordenador do projeto Cinturão Verde, as ações de acompanhamento irão continuar com o apoio da SDR com o propósito de aumentar a estruturação dos agricultores no que diz respeito à legalização de terras, implantação de poços tubulares e capacitações.

Retomada do projeto

O projeto Cinturão Verde foi iniciado em 2003, na primeira gestão do governor Wellington Dias, e não teve continuidade na gestão posterior. A iniciativa foi retomada este ano, com foco em  investimentos em campos produtivos e hortas comunitárias de famílias da zona urbana e rural de Teresina.

O Cinturão Verde é uma forma de incentivar a produção e gerar renda para as famílias do entorno da capital. Ao todo, são mais de 36 comunidades e 6 mil famílias a serem beneficiadas somente na capital.


Fonte: Portal do Governo do Estado