26/08/2013 - 12:55
Créditos: Gabriel Tôrres

Operação interdita seis carvoarias e embarga serraria em municípios do PI

A operação aconteceu em onze municípios e arrecadou mais de 1 bilhão em multas

Autor: Claryanna Alves

Créditos: Gabriel Tôrres

A Polícia Rodoviária Federal e fiscais da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí - SEMAR, com apoio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) realizaram a Operação Temática de Combate aos Crimes Ambientais – OTECCA, na qual foram lacradas seis cerâmicas nos municípios de Cristino Castro, Santa Luz e Coronel José Dias por estarem funcionando a partir da queima de madeira para produção de fonte energética sem autorização do órgão competente. Também foi embargada uma serraria em São Raimundo Nonato que possuía madeira sem autorização..

A operação, que foi realizada no período de 19 a 24 de agosto e a fiscalização aconteceu nos municípios de Manoel Emídio, Eliseu Martins, Santa Luz, Cristino Castro, Bom Jesus, Morro Cabeça do Tempo, Parnaguá, Júlio Borges, Curimatá, Coronel José Dias e São Raimundo Nonato.

Em Manoel Emídio uma carvoaria, que fornecia informações falsas e vendia Documento de Origem Florestal (DOF) foi embargada e, no mesmo empreendimento, foram recolhidas três motosserras não licenciadas.

Nos municípios de São Raimundo Nonato, Parnaguá, e Júlio Borges empresas foram interditadas por explorarem a aroeira, madeira não autorizada e de elevado valor de mercado. Cerca de 538 m³ de madeira de área não licenciada e nove tratores por desmatamento não autorizado foram apreendidos em toda a ação.

 

Além de madeira, a operação confiscou também dez animais silvestres (oito pássaros vivos, uma cotia e um tatu abatidos), dez espingardas e vinte e quatro munições de caçadores. No município de Bom Jesus uma empresa teve suas atividades de reciclagem de transformadores elétricos interditadas por descartarem ascarel, produto cancerígeno, às margens da rodovia, podendo contaminar os depósitos de água subterrânea e prejudicar o consumo animal.

Como resultados desta fiscalização ambiental foram apreendidos um total de nove veículos roubados, efetuadas a prisão de quinze pessoas e aplicadas multas que somam a quantia de R$ 1.221,000,00 pela SEMAR.